Eventos

Cuarto Congreso Latinoamericano de Glotopolítica

PRIMEIRA CIRCULAR

El importante desarrollo de la Glotopolítica en los últimos años ha llevado a que los/as investigadores/as cuyos trabajos se inscriben, de una u otra manera, en este campo se congreguen en eventos académicos destinados a pensar y discutir la dimensión política de las intervenciones en el lenguaje y la dimensión lingüística de los procesos políticos, compartiendo y contrastando modelos teóricos, metodologías y experiencias institucionales. Surgieron, así, entre otros espacios de formación, difusión y debate, los congresos latinoamericanos de glotopolítica que convocan a investigadores/as de diversas procedencias y con diferentes trayectorias científicas.

Dando continuidad a una serie que tuvo inicio con el Primer Congreso Latinoamericano de Glotopolítica de Santiago de Chile, realizado en agosto de 2015, seguido del Segundo, de Bogotá, Colombia, en agosto de 2016, y del Tercero, de Hanóver, Alemania, en septiembre de 2017, este Cuarto Congreso Latinoamericano de Glotopolítica tendrá lugar en el campus de la Universidade de São Paulo (USP), en São Paulo, Brasil, de 2 a 4 de septiembre de 2019. Continue lendo

“A Língua Portuguesa em Nós” patente ao público em Luanda

A exposição “A Língua Portuguesa em Nós”, patente ao público desde quarta-feira, no Centro Cultural Brasil-Angola, na Baixa de Luanda, inclui actividades paralelas para todas as idades.

Exposição itinerante sobre a Língua Portuguesa está patente no Centro Cultural Brasil-Angola Fotografia: Edições Novembro

Teatro, feiras de livros, exibição de filmes, sessões musicais, recitais de poesias e jogos digitais constam entre as actividades paralelas abertas para crianças e adultos, entre 10h00 e 20h00, sob coordenação do escritor Ondjaki.
Os visitantes podem ver filmes, ouvir canções e histórias, além de apreciar as fotografias e diversos materiais digital que contam a história das diferentes fases do português no Brasil, Cabo Verde e Angola.
A mostra é uma iniciativa do Itamaraty, em parceria com o Governo do Estado de São Paulo, a Fundação Roberto Marinho, o Museu da Língua Portuguesa e o Instituto Internacional da Língua Portuguesa, com a coordenação da Expomus.
Depois da exposição, que encerra dia 3 de Agosto,  há um conjunto de obras literárias vão ficar disponíveis de forma gratuita para os leitores. Continue lendo

A Copa do Mundo é na Rússia, mas você conhece os detalhes do país?

Em qual continente fica a Rússia?

Por causa de suas enormes dimensões, o território do país está localizado em dois continentes: parte no leste da Europa e parte no norte da Ásia. Por isso, é muito comum ouvir que ele faz pare da Eurásia.

Qual o tamanho da Rússia?

A nação possui a maior extensão territorial do mundo – são 17.075.400 km². A Rússia é, portanto, cerca de duas vezes o tamanho do Brasil, que possui 8.514.876 km² e é o quinto maior país do planeta.

A Rússia é dividida em Estados e Regiões como o Brasil?

A Rússia é dividida em um total de 85 unidades federais, entre as quais são: 21 repúblicas, nove territórios, 48 províncias, cidades federais de Moscou e de São Petersburgo, uma província autônoma (Evréiskaia, Judaica) e nove distritos autônomos.

Quantos fusos horários existem na Rússia?

Ao todo, existem onze fusos horários na Rússia. Assim, quando é meio-dia no exclave de Kaliningrado, encostado na Polônia, na Europa central, já são 11 horas da noite nas cidades do extremo leste. Continue lendo

Portugal convidado de honra na maior feira do livro da América Latina

António Lobo Antunes, Gonçalo M. Tavares, Mia Couto e Ricardo Araújo Pereira vão ser alguns dos mais de 40 escritores, músicos e bailarinos que vão representar Portugal na Feira Internacional do Livro de Guadalajara, no México.

Foto: Mário Cruz/Lusa

Foto: Mário Cruz/Lusa

Em média a Feira Internacional do Livro de Guadalajara recebe 800 mil visitantes por ano. É o maior evento do género da América Latina e, este ano, Portugal tem honras de país convidado. Ao longo de nove dias, entre 24 de novembro e 2 de dezembro, mais de 40 escritores portugueses vão estar no México para representar o seu país. Portugal mostrará ainda o seu cinema, música, exposições, bailado e gastronomia durante a feira.

I Seminário Internacional de Educação Intercultural Bilíngue

A UFRR é uma instituição jovem (1989) que acompanha a própria criação do Estado e Roraima, localiza-se na região fronteiriça que envolve a República Cooperativista da Guiana e República Bolivariana de Venezuela. Ao longo desses 28 anos de existência tem respondido as demandas sociais no cenário regional, além de sua internacionalização. Dentro dessas demandas sociais foi criado em 2001, o Núcleo Insikiran de Formação Superior Indígena – Insikiran, com a oferta do Curso de Licenciatura Intercultural na formação de professores indígenas com 720 ingressos ao longo desses anos, tendo formado 315 professores indígenas em nível superior. Com o passar dos anos outras demandas dos movimentos indígenas de Roraima chegaram à universidade, a exemplo da criação dos Cursos de Bacharelados, o de Gestão Territorial Indígena (2009) e o de Gestão em Saúde Coletiva Indígena (2012), isso no contexto das políticas específicas no âmbito do direito à diferença, totalizando aproximadamente 700 alunos regularmente matriculados no Insikiran. Recentemente foi a realizada a III Semana dos Povos Indígenas da UFRR, resultado de um esforço coletivo para reunir, e apresentar a toda a sociedade roraimense, o pensamento e a produção artística, científica e cultural dos indígenas. Esta edição foi trabalhado o tema A Formação Intercultural de Indígenas no Contexto da Universidade. Tema este que traz a reflexão de como a formação intercultural vem sendo pensada na educação superior, seja no contexto do Insikiran ou nos demais cursos da UFRR, levando-se em conta a função social da universidade nas demandas sociais e políticas da região amazônica. Outro aspecto neste contexto de relevante apoio por parte da Capes é que em Roraima não tem Agência de Fomento à Pesquisa. Portanto, o apoio financeiro da Capes via Edital 35/2017 do PAEP é de grande valia para o desenvolvimento e execução do evento em virtude da sua relevância social, acadêmica e científica para a graduação e pós-graduação.

Informações e incrição: I Seminário Internacional de Educação Intercultural Bilíngue

Novas datas para o Encontro de Falantes e do Inventário do Hunsruckisch

Nos meses de Junho e Julho a equipe do Inventário do Hunsrückisch como língua de imigração dará sequência nas ações do projeto realizando quatro encontros, sendo dois em Santa Catarina e dois no Rio Grande do Sul.

Acompanhem as datas e atividades abaixo:

1. Dias 24 e 25 de agosto de 2018

II Encontro de Falantes do Hunsrückisch e I Encontro do Inventário do Hunsrückisch

Local: Cecomtur Hotel | Rua Arcipreste Paiva 107, Centro, Florianópolis

2. Dias 12 e 13 de outubro de 2018Florianópolis, SC (local exato a definir)

III Encontro de Falantes do Hunsrückisch e II Encontro do Inventário do Hunsrückisch

Local: Nova Petrópolis, RS  (local exato a definir)

Você pode acompanhar novidades pelo link Encontro Falantes Hunsruckisch

Ou baixe a programação dos encontros de Florianópolis no link Programação Preliminar Encontro SC

O Projeto Inventário do Hunsrückisch como Língua Brasileira de Imigração (IHLBrI) é uma parceria entre o IPOL (Instituto de Investigação e Desenvolvimento em Política Linguística – http://e-ipol.org/) e a Universidade Federal do Rio Grande do Sul e Projeto ALMA-H (UFRGS/AlMA) (https://www.ufrgs.br/projalma/ihlbri-inventario-do-hunsruckisch/). O projeto conta com o apoio do IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), Ministério da Cultura e seu objetivo é conhecer a situação da língua no Brasil e reconhece-la como Referência Cultural Brasileira.

IPOL Pesquisa

Receba o Boletim

Facebook

Revista Platô

Visite nossos blogs

Clique na imagem

Clique na imagem

Visitantes

Arquivo