Educação Bilíngue

Maranhão abriga primeira escola pública bilíngue do Brasil

escola pública bilíngue maranhão 2Apesar do inglês ser uma das línguas mais faladas no mundo, o ensino público no Brasil não possui uma política bem definida para o ensino do idioma. Enquanto escolas bilíngues particulares se espalham pelo país, elas costumam ser caras e de difícil acesso. Foi por isto que o governo do estado do Maranhão decidiu inovar, implementando a primeira escola pública bilíngue do Brasil.  Continue lendo

CCJ recomenda ao governo estudar a oferta de Libras na educação básica

Caroline de Toni disse que a proposta do Senado contraria a LDB. Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara dos Deputados aprovou uma indicação ao governo para que promova estudos com vistas à regulamentação das condições de oferta do ensino da Língua Brasileira de Sinais (Libras) na educação básica.

Indicações são sugestões feitas pelos deputados ao Poder Executivo, que não é obrigado a cumpri-las. A indicação foi elaborada pela deputada Caroline de Toni (PSL-SC) e tem origem em uma proposta relatada por ela.

Continue lendo

Sem aula e sem diploma

Aula da Licenciatura Indígena na TI Alto Rio Negro

Após corte de dois terços da verba, curso superior de Licenciatura Indígena da Universidade Federal do Amazonas (UFAM) tem plano pedagógico inovador ameaçado

O curso regular de Licenciatura Indígena Políticas Educacionais e Desenvolvimento Sustentável da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), criado há 10 anos como resultado de reivindicações dos povos indígenas por uma Educação de nível superior diferenciada, está praticamente paralisado. Continue lendo

IPOL publica na Revista Iberoamericana de Educação

Sob o título “La frontera como recurso: el bilingüismo portugués-español y el Proyecto de Escuelas Interculturales Bilingües de Frontera en el MERCOSUR (2005-2016)”, Gilvan Müller, professor da UFSC e Rosângela Morello, diretora do IPOL publicaram no Vol. 81 Núm. 1 (2019): Bilingüismo: español y portugués. Lenguas que conviven en Iberoamérica con otras lenguas .

RESUMEN: La promoción del bilingüismo portugués-español constituye un campo estratégico para ampliar el uso de estas lenguas. Juntas, conforman una de las más grandes fonías del mundo, con más de 600 millones de hablantes, y comparten una larga historia de conexión, especialmente en las zonas fronterizas, y son en gran medida intercomprensibles. Continue lendo

Audiência Pública: “Inclusão da disciplina Línguas e Culturas Locais no currículo escolar”

A audiência Pública “Inclusão da disciplina Línguas e Culturas Locais no currículo escolar” é aberta e todos podem ser parte de dessa mudança!

Data: 27/08/2019

Horário: 9h15

Local: Assembleia Legislativa – 3º andar – Sala João Neves da Fontoura

Praça Marechal Deodoro, 101 – Centro Histórico – Porto Alegre/RS

Falar português, comer frango e jogar à bola. A nova vida das crianças indígenas venezuelanas

O Brasil recebeu quase 170 mil venezuelanos desde o início da crise, incluindo indígenas da etnia Warao. Vêm do norte da Venezuela, vivem junto ao rio Orinoco, são pescadores e têm uma língua própria. Muitos não falam espanhol, o que torna a integração ainda mais difícil. Para contornar o problema, há várias escolas em Manaus a acompanharem crianças refugiadas.

Nesta escola de Manaus as aulas começaram ainda há pouco. As portas das salas de aula já estão fechadas mas pode ouvir-se a voz de Adênis Gama, professora do terceiro ano da primária. Continue lendo

IPOL Pesquisa

Receba o Boletim

Facebook

Revista Platô

Visite nossos blogs

Clique na imagem

Clique na imagem

Visitantes

Arquivo