Política Linguística

O IPOL comemorará 20 anos no próximo 20 de setembro.

É com alegria que receberemos todos vocês, presencialmente e on line, no Seminário Comemorativo dos 20 anos do IPOL Políticas Linguísticas – Avanços e Desafios.

O evento foi concebido para celebrar nossa trajetória, os encontros, os sonhos compartilhados, reafirmando nossa luta e nosso desejo de um mundo para todos, para todas as línguas, para todas as culturas. Continue lendo

II Seminar of the UNESCO chair “LANGUAGE POLICIES FOR MULTILINGUALISM”

II SEMINAR OF THE UNESCO CHAIR “LANGUAGE POLICIES FOR MULTILINGUALISM”

MULTILINGUALISM IN GREATER CHINA, ASIA AND BEYOND: POLICIES, MOBILITY AND TRANSCULTURALITY

25, 26 & 27 SEPTEMBER 2019 Continue lendo

Programação Seminário comemorativo de 20 anos do IPOL

Seminário Comemorativo dos 20 anos do IPOL : Políticas Linguísticas – Avanços e Desafios

Data do evento: 20/09/2019

Horário: Das 09h00 às 18h30

Local: Sala Carlos Drummond de Andrade – CCE/Bloco B/ UFSC – Florianópolis/SC Continue lendo

Racismo linguístico é tema de livro de escritor baiano

O preconceito linguístico relacionado ao racismo é o tema do livro ‘Racismo linguístico: Os subterrâneos da linguagem e do racismo’, do escritor baiano Gabriel Nascimento, que já está disponível para pré-venda. A obra é uma tentativa de teorizar sobre a relação entre linguagem e racismo. Continue lendo

IPOL oferece Seminário Comemorativo dos seus 20 anos de atuação

Com alegria convidamos a todos e todas para o Seminário Comemorativo dos 20 anos do IPOL Políticas Linguísticas – Avanços e Desafios.

É um evento para relembrar a trajetória do IPOL, integrar e homenagear nossos parceiros, comunidade acadêmica e profissionais da área e para refletirmos sobre a situação atual, desafios e perspectivas das políticas linguísticas.

Acontecerá no dia 20 de setembro de 2019, durante todo o dia, no Auditório Carlos Drummond de Andrade, CCE – Bloco B – UFSC, Florianópolis/SC. Continue lendo

Lei no Paraguai torna o Guarani língua oficial junto com o Espanhol

Andando pelas ruas da capital paraguaia, Assunção, é possível perceber o Guarani em todo lugar. Está nas placas, nas embalagens dos produtos, nas conversas. Na feira, dá para conhecer muitas palavras e expressões da língua indígena. Nas escolas, o ensino do Guarani e do espanhol é obrigatório. No serviços públicos, se oferece atendimento bilíngue. A repórter Mariane Salerno esteve no Paraguai para saber como o governo de lá fortaleceu a língua de origem indígena.

LINK PARA O VÍDEO

Fonte: G1

IPOL Pesquisa

Receba o Boletim

Facebook

Revista Platô

Visite nossos blogs

Clique na imagem

Clique na imagem

Visitantes

Arquivo