Política Linguística

Dia 12 de agosto aconteceu o 1º vestibular em uma Aldeia Indígena de Rondônia

Avaliamos que este momento constituiu uma importante referência para a UNIR nesta caminhada de dez anos de aprendizagens interculturais com os Povos originários da Amazônia.

Dia 12 de agosto aconteceu o 1º vestibular em uma Aldeia Indígena de RondôniaApós 10 anos de existência da aprovação do Projeto Pedagógico do Curso (PPC), ocorrido em outubro de 2008, a Licenciatura em Educação Básica Intercultural por meio de seu Departamento, estendeu pela primeira vez o processo seletivo discente até uma aldeia indígena do estado de Rondônia.

Nesta 7ª edição do vestibular, atendendo solicitação dos Povos Indígenas, dentre outros, o Professor indígena André Jabuti, foi escolhida a Aldeia Ricardo Franco, da Terra Indígena Rio Guaporé, distante cerca de 250 km de Guajará-Mirim, com acesso único por meio fluvial. Continue lendo

Programa brasileiro de tradução para Libras é finalista em premiação no México

VLibras 'traduzindo' trecho de página na internet (Foto: Gabriel Luiz/G1)

VLibras ‘traduzindo’ trecho de página na internet (Foto: Gabriel Luiz/G1)

Software público foi desenvolvido pelo Ministério do Planejamento. Ele concorre com mais duas iniciativas na categoria ‘sociedade igualitária e colaborativa’.

O software público brasileiro VLibras – que permite traduzir textos, áudios e vídeos para a Língua Brasileira de Sinais, usada por pessoas com deficiência auditiva – é finalista em uma premiação internacional no México. A cerimônia celebra iniciativas para tornar as cidades “mais inteligentes”.

Criado pelo Ministério do Planejamento em parceria com a Universidade Federal da Paraíba (UFPB), o programa concorre com outros dois finalistas na categoria “sociedade igualitária e colaborativa”. Os vencedores desta edição poderão expor o projeto no próximo congresso, em um stand de 9 metros quadrados. Continue lendo

Carta do I Encontro Regional do Inventário do Hunsrückisch e II Encontro de Falantes do Hunsrückisch

Carta do I Encontro Regional do Inventário do Hunsrückisch e II Encontro de Falantes do Hunsrückisch

 

O Brasil, país bilíngue desde 2005 (português/Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS), é muito rico em diversidade linguística. Apesar de uma história orientada para o monolinguismo que oficializou e aparelhou somente a língua portuguesa como língua de ensino e oficial, o censo demográfico realizado em 2010 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) aponta a existência de cerca de 274 línguas indígenas no país, inclusive línguas indígenas de sinais, como a dos Ka´apor. Pesquisas indicam, ainda, aproximadamente 56 línguas faladas por descendentes de imigrantes, há pelo menos três gerações, em vários municípios brasileiros, como é o caso do talian, pomerano, hunsrückisch, polonês, russo, entre outras. Igualmente há as línguas afro-brasileiras e as que se intercalam, como é o caso dos crioulos Galibi Marworno, Karipuna do Norte e Palikur, falados na região do Oipoque, na fronteira do Brasil com a Guiana Francesa, e do Portunhol, na fronteira com países hispano falantes.

Continue lendo

Programação do Encontro do Inventário e de Falantes de Hunsrückisch.

Com o objetivo de reunir falantes de línguas alemã (Hunsrückisch / Deitsch) e mostrar os resultados obtidos com as pesquisas realizadas através do Inventário do Hunsrückisch como língua brasileira de imigração (IHLBrI), contemplando atividades como conversa sobre políticas linguísticas, amostra de filmes e documentários, atividades culturais em Hunsrückisch, a equipe do Inventário promove no próximo dia 24 o  I Encontro Regional do Inventário do Hunsrückisch e II Encontro de Falantes de Hunsrückisch.

Abaixo, você confere a programação e se organiza para participar também. Continue lendo

A bondade linguística e o cadáver adiado

O colóquio não era sobre ortografia, era sobre Unidade e Diversidade da Língua Portuguesa, mas como falar de diversidade sem pôr em causa a falsa “unidade” que a ameaça?

Continue lendo

Audiência pública #FICAESPANHOL

Audiência pública para tratar sobre a Discussão de questões relativas à disciplina de Espanhol na Educação Básica em Santa Catarina.

Dia: 14/08/2018

Horário: 9h às 13h

Local: Plenarinho Deputado Paulo Stuart Wright, na Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina.

IPOL Pesquisa

Receba o Boletim

Facebook

Revista Platô

Visite nossos blogs

Clique na imagem

Clique na imagem

Visitantes

Arquivo