multilinguismo

Medalhista na Olimpíada Internacional de Linguística, carioca de 15 anos fala quatro idiomas e aprende outros quatro

João Henrique acumula 13 medalhas olímpicas Foto: Arquivo pessoal

Aos 15 anos, o carioca João Henrique Fontes já acumula 13 medalhas olímpicas. Mas as provas que ele venceu não exigiram esforço físico. Foram, isso sim, verdadeiras maratonas de raciocínio. A última delas foi disputada há 20 dias, na República Tcheca. Um dos oito representantes do Brasil na Olimpíada Internacional de Linguística, o jovem voltou para casa com a medalha de prata.

A vitória é resultado de anos de estudo, motivados por um interesse nato por idiomas. João começou a ler precocemente, aos 3 anos, e desde então foi incentivado pelo pai a estudar japonês. Com o tempo, tomou gosto pela coisa. Hoje, o adolescente fala, escreve e entende bem quatro línguas: inglês, francês, alemão e japonês. E já está aprendendo outras quatro: espanhol, italiano, mandarim e russo.

— Sempre gostei de aprender línguas. Meu pai me apresentou o japonês. O francês era ensinado na minha primeira escola. Comecei a estudar alemão pela internet, e fiz curso de inglês desde pequeno. Hoje, aprendo muito sozinho, assistindo a vídeos ou comprando bons livros — diz João.

O adolescente, que mora na Tijuca e cursa o 2º ano do ensino médio no Colégio Militar, também tem aulas particulares em casa: às terças, de mandarim, às quintas, de japonês, e às sextas, de francês. Ainda faz natação e estuda piano. Continue lendo

I Encontro Regional do Inventário do Hunsrückisch e II Encontro de Falantes do Hunsrückisch

Nos dias 24 e 25 de agosto de 2018, aconteceram em Florianópolis  o I Encontro Regional do Inventário do Hunsrückisch e o II Encontro de Falantes do Hunsrückisch em que foram apresentados e discutidos aspectos da execução e alguns resultados do Inventário do Hunsrückisch como Língua Brasileira de Imigração (IHLBrI). Este trabalho vem sendo realizado desde 2016 em vários Municípios de Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Espírito Santo, impulsionado por uma parceria formal entre o IPOL Instituto de Investigação e Desenvolvimento em Política Linguística e o Projeto ALMA, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) com apoio do IPHAN.  Orientado para ações de sensibilização, documentação e promoção da língua, o IHLBrI contou com a participação de pesquisadores, colaboradores, gestores, lideranças comunitárias e falantes  em todo o processo, muitos dos quais estiveram participando do evento. Foram dois dias de rico diálogo, oficina sobre escrita,  lançamento do livro de Poesias e Contos em Hunsrückisch e do documentário Receitas da Memória. Além disso, os participantes compuseram uma Carta visando a contribuir para a promoção dessa língua e de todas as línguas brasileira. Continue lendo

Programação do Encontro do Inventário e de Falantes de Hunsrückisch.

Com o objetivo de reunir falantes de línguas alemã (Hunsrückisch / Deitsch) e mostrar os resultados obtidos com as pesquisas realizadas através do Inventário do Hunsrückisch como língua brasileira de imigração (IHLBrI), contemplando atividades como conversa sobre políticas linguísticas, amostra de filmes e documentários, atividades culturais em Hunsrückisch, a equipe do Inventário promove no próximo dia 24 o  I Encontro Regional do Inventário do Hunsrückisch e II Encontro de Falantes de Hunsrückisch.

Abaixo, você confere a programação e se organiza para participar também. Continue lendo

Inovação Stance: do Bilíngue ao Multilíngue

Inclusão, tolerância e respeito às diferenças, além da formação multilíngue, são princípios de base da Stance Dual School, presentes em todas as atividades e planejamentos pedagógicos da Educação Infantil ao Ensino Fundamental 2.

A partir disso, inovamos mais uma vez com o início de um curso bastante especial: neste segundo semestre de 2018, os estudantes passarão a ter a oportunidade de fazer aulas de LIBRAS, Língua Brasileira de Sinais, no Dual Day do Ensino Fundamental 2, com o Prof. Marcelo Bessa de Lima, surdo, presidente da Associação de Surdos de São Caetano do Sul. Continue lendo

Siderópolis recebe palestra sobre cultura italiana

Assuntos sobre imigração, emigração, geografia, línguas e turismo foram aboradados
Siderópolis recebe palestra sobre cultura italiana

Foto: Divulgação Por Redação EngeplusEm 26/07/2018 às 20:45

Siderópolis recebeu na noite da última quarta-feira, dia 25, a pesquisadora Giorgia Miazzo Cavinato e o arquiteto Gianluca Parise, que palestraram sobre a cultura italiana. Eles abordaram assuntos sobre imigração, emigração, geografia, línguas e turismo italiano.

A presença italiana em Siderópolis é visível. Atualmente grande parte da população é bilíngue e permanece com o dialeto italiano como o Bergamasco e o Bellunese. “É muito importante dar valor e dignidade aos imigrantes”, esclareceu Giorgia durante a palestra.

Continue lendo

I Seminário do movimento #FICAESPANHOL do Estado de Santa Catarina

Em atenção aos encaminhamentos da reunião de professores de espanhol, ocorrida em 10 de julho de 2018, convidamos a todos para o I Seminário do movimento #FICAESPANHOL do Estado de Santa Catarina, a acontecer:

no dia 03 de agosto de 2018, sexta-feira,

às 10h,

no Auditório Henrique Fontes do Centro de Comunicação e Expressão da Universidade Federal de Santa Catarina.

A mesa contará com a contribuição de representantes de movimentos e instituições que tematizarão movimentos vindouros e/ou em andamento sobre a permanência e a promoção da Língua Espanhola no currículo do Ensino Fundamental na Rede de Santa Catarina, com vistas à realidade geográfica e sócio-histórico-cultural do referido Estado.  A proposta é unirmos força em âmbito estadual para o movimento nacional #FICA ESPANHOL.

Evendo no Facebook: I Seminário do movimento #FICAESPANHOL do Estado de Santa Catarina 

Participe!!

IPOL Pesquisa

Receba o Boletim

Facebook

Revista Platô

Visite nossos blogs

Clique na imagem

Clique na imagem

Visitantes

Arquivo