Fronteira

UFGD sedia exposição sobre povos indígenas

Onze povos indígenas habitam no Estado de Mato Grosso do Sul atualmente. Após 495 anos das primeiras expedições espanholas à região, os povos que resistiram às ocupações não-indígenas vivem em retomadas das áreas tradicionais, em reservas indígenas criadas pelo Estado brasileiro, e nas cidades de MS.

Continue lendo

Ponte Cultural Amapá-Guiana Francesa reuniu artistas da Amazônia na cidade de Caiena

Um encontro de identidade regional e ritmos que carregam a nossa ancestralidade africana aconteceu no mês de agosto, em Caiena, entrelaçando mais ainda a linguagem cultural que une o Brasil a essa porção da Europa na América do Sul. O projeto “Ponte Cultural Amapá – Guiana Francesa” reuniu os brasileiros Patrícia Bastos, Nilson Chaves, Enrico Di Miceli e Dante Ozzetti, e a flautista guianense Michaëlle Ngo Yamb Ngan no palco do Complexo Eldorado, no último sábado, 3, em uma exaltação da música da região amazônica. Continue lendo

Observatório da Educação na Fronteira disponibiliza livro em PDF para download

O livro “Política Linguística em Contextos Plurilíngues: Desafios e Perspectivas para a Escola” organizado por Rosângela Morello e Marci Fileti Martins está disponível para download no link abaixo.

As fronteiras como linhas limítrofes de territórios e como espaços habitados por múltiplas outras fronteiras, materiais e imateriais, simbólicas sempre, que se erigem por razões políticas, econômicas, étnicas ou linguísticas e que afetam o ensino público constituem o tema central desse livro. Nele estão reunidos textos que tematizam políticas que impõem fronteiras, que falam da experiência de viver nas e com as fronteiras, de poder ou não reconhecê-las e atravessá-las. Continue lendo

Entenda quem são os rohingyas, a minoria mais perseguida do mundo

Quase 400 mil muçulmanos já fugiram de Mianmar para Bangladesh em 20 dias

Muçulmanos rohingya deixam embarcação precária após chegar de Mianmar a Bangladesh, na fuga da perseguição – Dar Yasin / AP

RIO — Eles são conhecidos como “a minoria mais perseguida do mundo”. Os muçulmanos rohingya, que atualmente protagonizam uma fuga em massa de Mianmar para Bangladesh, são vítimas de múltiplas discriminações: trabalho forçado, extorsão, restrições à liberdade de circulação, regras de casamento injustas e confisco de terras. Há séculos vivendo no território de Mianmar, são considerados um povo sem Estado e não são reconhecidos como um dos 135 grupos do país. No entanto, atualmente há cerca de 1,1 milhão deles na nação do sul-asiático, sob condições altamente precárias da extrema pobreza. Continue lendo

Livro “Multilingual Brazil – Language Resources, Identities and Ideologies in a Globalized World”

Livro com texto de pesquisadores do IPOL.

This book brings together cutting edge work by Brazilian researchers on plurilingualism in Brazil for an English-speaking readership in one comprehensive volume. Divided into four sections, each with its own introduction, tying together the themes of the book, the volume charts a course for a new sociolinguistics of multilingualism, challenging long-held perceptions about a monolingual Brazil by exploring the different policies, language resources, ideologies and social identities that have emerged in the country’s contemporary plurilingual landscape. The book elucidates the country’s linguistic history to demonstrate its evolution to its present state, a country shaped by political, economic, and cultural forces both locally and globally, and explores different facets of today’s plurilingual Brazil, including youth on the margins and their cultural and linguistic practices; the educational challenges of socially marginalized groups; and minority groups’ efforts to strengthen languages of identity and belonging. In addition to assembling linguistic research done in Brazil previously little known to an English-speaking readership, the book incorporates theoretical frameworks from other disciplines to provide a comprehensive picture of the social, political, and cultural dynamics at play in multilingual Brazil. This volume is key reading for researchers in linguistic anthropology, sociolinguistics, applied linguistics, cultural studies, and Latin American studies.

Continue lendo

I Encontro Internacional e IV Colóquio do LABPEC

I Encontro Internacional e IV Colóquio do LABPEC

(Laboratório de Pesquisa em Contato Linguístico)

Repertórios Plurilíngues em situações de contato

 

 

Programa

 

Segunda-feira, 25 de setembro de 2017

17h – Abertura com representantes da UFF e de Agências de Fomento (CAPES, DAAD e FAPERJ)

18h – Conferência de abertura: From Isogloss to Glossotope: Towards a Virtual Environment for multilinguism, Thomas Krefeld-LMU

19h-20h – Coquetel de recepção

Continue lendo

IPOL Pesquisa

Receba o Boletim

Facebook

Revista Platô

Visite nossos blogs

Clique na imagem

Clique na imagem

Visitantes

Arquivo