V CONEL – Congresso Nacional de Estudo Linguísticos

Conquistas e desafios da Pós-Graduação na contemporaneidade

O Programa de Pós-Graduação em Linguística, do Centro de Ciências Humanas e Naturais da Universidade Federal do Espírito Santo – Ufes, promoverá, nos dias 04, 05 e 06 de dezembro de 2019, o V Congresso Nacional de Estudos Linguísticos – CONEL, com o tema “Conquistas e desafios da Pós-Graduação na contemporaneidade”. Continue lendo

I Seminário da Cátedra UNESCO em Políticas Linguísticas para o Multilinguismo

I Seminário da Cátedra UNESCO em Políticas Linguísticas para o Multilinguismo

Curso ” Approches de la culture en langues etrangeres”

06 a 13 de agosto

Local: CCE/UFSC – Sala Machado de Assis (4º andar)

Horário: 9h

IV Encontro de Falantes do Hunsrückisch

No dia 22 de junho acontecerá na cidade de Ipira, Santa Catarina, o IV Encontro de Falantes do Hunsrückisch. Continue lendo

Estudante capixaba é selecionada para a Olimpíada Internacional de Linguística na Coréia do Sul

A estudante capixaba Julia Ramos Alves

A competição acontece desde 2011, envolvendo alunos do Ensino Médio de diferentes partes do país em torno de temas envolvendo línguas, linguagem, cultura e cognição

No último domingo (19), foram anunciados os oito estudantes que vão representar o Brasil na Olimpíada Internacional de Linguística (IOL) que será sediada na Coréia do Sul entre 29 de julho e 02 de agosto. E a capixaba Julia Ramos Alves, estudante do Instituto Federal do Espírito Santo (IFES), está entre os selecionados. Continue lendo

2019: Ano Internacional das Línguas Indígenas

Estima-se que existam de seis a sete mil línguas no mundo. Entretanto, 97% da população mundial fala apenas 4% dessas línguas. De acordo com previsões mais otimistas, até 2100, só restarão 50% desses idiomas. Para os mais pessimistas, no entanto, existirão somente 10%, ou seja, cerca de 600 a 700 línguas, conforme aponta o vice-presidente do Conselho Intergovernamental do Programa de Informação para Todos da Unesco (Ifap), Evgeny Kuzmin, que também é presidente do Grupo de Trabalho Unesco/Ifap sobre multilinguismo. Continue lendo

Garota regrava Blackbird em língua indígena e Paul McCartney aprova versão; assista

O sucesso dos Beatles de 1968 ganhou uma versão em Mi’kmaq, língua nativa de grupo étnico do leste do Canadá

None

Paul McCartney (Foto: Tim Sharp/AP)

Em 1968, Paul McCartney escreveu o clássico sucesso dos Beatles, “Blackbird“, inspirada no Movimento dos Direitos Civis dos Negros nos Estados Unidos.

Recentemente, uma adolescente canadense e seus colegas de classe foram elogiados pelo músico por apresentarem uma nova versão da canção em língua indígena, Mi’kmaq, do grupo étnico mik’mag do leste do Canadá. Continue lendo

IPOL Pesquisa

Receba o Boletim

Facebook

Revista Platô

Visite nossos blogs

Clique na imagem

Clique na imagem

Visitantes

Arquivo