Questões indígenas

História de grupo de rap indígena vira inspiração para o filme “A Pele Morta”, com filmagem em Dourados

Oitenta pessoas, entre atores, diretores e técnicos estão, desde o início de outubro, em Dourados (MS) gravando o filme “A Pele Morta”, uma produção da Araçá Filmes. O roadmovie tem direção de Denise Moraes e Bruno Torres e roteiro de Daniel Tavares.

Integram o elenco principal os atores: César Troncoso, Luan Rodrigues e Ivana Gomez. César Troncoso é um ator uruguaio com uma filmografia extensa com filmes no Brasil, Uruguai, Argentina e Espanha, e possui vários prêmios. Entre os filmes que já participou estão “O Banheiro do Papa” e “Faroeste Caboclo”. Luan Rodrigues foi um dos atores escolhidos nas seleções de elenco realizada na cidade. A equipe está realizando filmagens na área central, bairro e aldeias indígenas do município.  Continue lendo

Aldeia Multiétnica promove aproximação com índios do povo Xavante (FOTOS, VÍDEO)

A Aldeia Multiétnica proporciona que turistas brasileiros e internacionais passem por uma experiência única de conhecer o dia-a-dia e as crenças dos Xavantes, índios que vivem entre Mato Grosso e Goiás

Brasileiros e estrangeiros têm a chance de conhecer os modos de ser, fazer e pensar do povo Xavante, convivendo com um grupo indígena da Aldeia Ripá (MT) – a Aldeia Multiétnica. A Sputnik Brasil conversou com um dos organizadores do projeto sobre sua importância para a aproximação do modo de viver indígena.

O Projeto cultural/social e turístico Aldeia Multiétnica no Alto Paraíso de Goiás proporciona que turistas brasileiros e internacionais passem por uma experiência única de conhecer o dia-a-dia e as crenças dos Xavantes, índios que vivem entre Mato Grosso e Goiás. A vivência chamada “Sementes e Sonhos na Visão Xavante” aconteceu de 11 a 16 de outubro, com um grupo de indígenas da Aldeia Ripá, do Mato Grosso, dentro da Aldeia Multiétnica, que fica a pouco mais de 200 quilômetros de Brasília.  Continue lendo

Unicamp recebe 610 inscrições para 1º vestibular indígena; AM concentra 74% dos pedidos

Vista aérea da Unicamp, em Campinas — Foto: Antoninho Perri/Ascom/Unicamp

Vista aérea da Unicamp, em Campinas — Foto: Antoninho Perri/Ascom/Unicamp

A Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest) divulgou nesta quinta-feira (27) que registrou 610 pedidos de inscrição para o 1º vestibular indígena – 74% dos pedidos vieram do estado do Amazonas. São oferecidas 72 vagas em 27 cursos.

A cidade de São Gabriel da Cachoeira (AM) foi a cidade com o maior número de pedidos, com 350, seguida por Manaus (AM), com 107, e Campinas (SP), com 84.

Nações Unidas alertam para violência contra povos indígenas mundialmente

Mulher indígena brasileira. Foto: Banco Mundial/Yosef Hadar

Mulher indígena brasileira. Foto: Banco Mundial/Yosef Hadar

O progresso que destrói culturas tradicionais, línguas, terras e patrimônio humano “não é desenvolvimento, mas destruição intencional”, disse a vice-alta-comissária da ONU para os direitos humanos nesta quarta-feira (19), em defesa dos povos indígenas em todos os lugares.

Os comentários de Kate Gilmore se seguiram aos da relatora especial da ONU para os povos indígenas, Victoria Tauli Corpuz, que manifestou preocupação com “o aumento dramático” dos ataques contra povos indígenas, e esforços no sentido de criminalizá-los.

Continue lendo

Eleição também é assunto de índio: ‘Queremos votar’

Integrantes da tribo Krukutu relatam preocupação com baixa representatividade indígena na política

A campanha eleitoral começou oficialmente. Já é possível ver bandeiras, faixas e panfletos pelas ruas da região. Mas há um local no Grande ABC que parece estar alheio à toda movimentação eleitoral, mas isso não quer dizer que quem vive ali não se preocupa com política.

A equipe do Diário esteve na aldeia Krukutu, na divisa entre São Bernardo e Capital, conversou com a população indígena e se deparou com pessoas que se importam com política e fazem questão de participar do cenário eleitoral.

“O índio é tido como alheio ao que está acontecendo, como se não quiséssemos participar do que o homem branco faz ou organiza. Também queremos escolher nossos representantes”, discorreu o krukutu Olívio Jekupe, 53 anos. Uma das lideranças da aldeia, Jekupe crava: “Também queremos votar”. Continue lendo

Aldeias de Tarauacá são beneficiadas com quatro novas escolas

Em continuidade às ações de fortalecimento da educação também nas aldeias indígenas,o governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE), acaba de entregarquatro novas escolas indígenas no município de Tarauacá. O investimento, superior a R$ 360 mil, vai beneficiarestudantes de aldeias localizadas ao longo dos rios Muru, Tauari e Tarauacá.

As novas unidades educacionais fazem parte da política de expansão e modernização da rede, implementada pelo governo do Estado. Só este ano a SEE licitou a construção de dez escolas indígenas, beneficiando também comunidades de Feijó e Jordão. Continue lendo

IPOL Pesquisa

Receba o Boletim

Facebook

Revista Platô

Visite nossos blogs

Clique na imagem

Clique na imagem

Visitantes

Arquivo