Notícias da Rede

A Surdo para Surdo possibilita a educação bilíngue online – em Libras e Português

Nome:
Surdo para Surdo.

O que faz:
É uma plataforma de educação bilíngue — em Libras (língua brasileira de sinais) e Português — que oferece aulas particulares online, com tutores surdos e tecnologias para o apoio do aprendizado.

Que problema resolve:
De acordo com a fundadora da startup, apenas 2% das crianças surdas do mundo recebem uma educação em língua de sinais. “No Brasil, existem políticas públicas e leis sobre a educação inclusiva, entretanto, o acesso à educação em língua de sinais é limitado”, diz.

Continue lendo

Como os pomeranos se tornaram pioneiros da agricultura orgânica

O ano era 1989 e um caminhão saía de Santa Maria de Jetibá passando por outros municípios com destino à Vitória, numa viagem de quase 12h buscando alimentos orgânicos e os agricultores pomeranos a cada parada. O ponto final era a garagem da casa do então prefeito da capital, Vitor Buaiz, onde 19 produtores orgânicos desembarcaram junto com os alimentos que seriam entregues aos consumidores da cidade. O ex-prefeito não lembra bem do episódio mas diz que “é possível que tenha sido assim”. Continue lendo

O povo indígena warao: um caso de imigração para o Brasil

Já é fato conhecido dos brasileiros o drama do crescente fluxo migratório da população venezuelana para o Brasil, fugindo de um estado de caos, miséria, escassez de alimentos e remédios, inflação de muitos dígitos, insegurança absoluta etc.

Entretanto, na imigração venezuelana há um grupo étnico peculiar, de indígenas destacados no ambiente urbano, com grandes habilidades de artesanato e mulheres com roupas coloridas: o povo indígena warao.

São índios oriundos da região norte da Venezuela, que habitam há séculos o delta do rio Orinoco, no estado Delta Amacuro e regiões adjacentes dos estados Bolívar e Sucre, naquele país[1]. Warao, na língua nativa, significa “povo da canoa”, pois a relação deste grupo com a água é íntima: são, tradicionalmente, pescadores e coletores, há cerca de 70 anos convertidos em horticultores, e vivem em comunidades de palafitas localizadas nas zonas ribeirinhas fluviais e marítimas, além de pântanos e bosques inundáveis da região de origem[2]. Continue lendo

Especialistas criticam atribuição de demarcação de terras indígenas a Ministério da Agricultura: “Correto seria fortalecer órgãos ambientais”

Uma das questões geográficas e históricas mais polêmicas no espaço brasileiro é a dos territórios indígenas. Antes da chegada dos povos europeus no continente sul-americano, milhares de povos indígenas habitavam o que é hoje considerado como o território do Brasil. Desse total, existem ainda cerca de 305 etnias atualmente, com cerca de 180 línguas distintas, a maioria delas filiada ao Tupi e ao Jê. Continue lendo

Escola Carlos Moreira pode ser a única do Estado a incluir aulas de Língua Pomerana no currículo

A iniciativa busca fortalecer a fala e promover a escrita da língua pomerana em meio aos mais jovens

Em meio à uma época de intensa propagação de informação e significativa modernização de costumes, dado o progresso tecnológico,  um projeto ambicioso desenvolvido há cerca de 5 anos no município de Canguçu, se preocupa em conservar o que não deve se perder no tempo: a cultura. Continue lendo

Idioma português no currículo de 25 países e Governo quer aumentar

Um total de 25 países na Europa, África e América oferecem o ensino do português nos currículos escolares e o Governo português diz que é “objetivo exequível” aumentar esta rede, segundo o ministro dos Negócios Estrangeiros.

“Já são 15 os países europeus que oferecem português como língua estrangeira nos currículos da sua educação básica ou secundária”, afirmou Augusto Santos Silva, na abertura do terceiro encontro da rede de ensino português no estrangeiro, subordinado ao tema “A mediação no ensino português no estrangeiro”, que decorre em Lisboa. Continue lendo

IPOL Pesquisa

Receba o Boletim

Facebook

Revista Platô

Visite nossos blogs

Clique na imagem

Clique na imagem

Visitantes

Arquivo