Portugal convidado de honra na maior feira do livro da América Latina

António Lobo Antunes, Gonçalo M. Tavares, Mia Couto e Ricardo Araújo Pereira vão ser alguns dos mais de 40 escritores, músicos e bailarinos que vão representar Portugal na Feira Internacional do Livro de Guadalajara, no México.

Foto: Mário Cruz/Lusa

Foto: Mário Cruz/Lusa

Em média a Feira Internacional do Livro de Guadalajara recebe 800 mil visitantes por ano. É o maior evento do género da América Latina e, este ano, Portugal tem honras de país convidado. Ao longo de nove dias, entre 24 de novembro e 2 de dezembro, mais de 40 escritores portugueses vão estar no México para representar o seu país. Portugal mostrará ainda o seu cinema, música, exposições, bailado e gastronomia durante a feira.

Comissariada por Manuela Júdice, a delegação de escritores convidados para esta que é uma ação conjunta dos Ministérios dos Negócios Estrangeiros e da Cultura é composta por destacados nomes como António Lobo Antunes, Gonçalo M. Tavares, Hélia Correia, José Luís Peixoto, Lídia Jorge, Manuel Alegre, João Tordo, João de Melo, Valter Hugo Mãe e Ricardo Araújo Pereira. Haverá também autores de língua portuguesa oriundos de países africanos, como José Eduardo Agualusa, Mia Couto ou Ondjaki.

No programa literário divulgado esta segunda-feira estão também previstas, entre outras, as presenças de poetas como Ana Luísa Amaral, António Carlos Cortez, Filipa Leal, Inês Fonseca Santos, Nuno Júdice, Maria do Rosário Pedreira ou Vasco Gato. Alguns deles participarão no Salão de Poesia.

Também os escritores Afonso Cruz e Teolinda Gersão marcarão presença num Encontro Internacional de Contistas que decorre durante a Feira de Guadalajara, onde participam mais de 700 escritores de diversas línguas e mais de duas mil editoras de 47 países. No decorrer do certame literário estão previstos os lançamentos de livros de autores portugueses como Adélia Carvalho, Inês Fonseca Santos, Ricardo Araújo Pereira, Manuel Alegre, Gonçalo M. Tavares, José Eduardo Agualusa e João Tordo.

No Pavilhão de Portugal será feita uma apresentação do Programa de Apoio à Tradução, Ilustração e Edição de Obras de Autores portugueses e Africanos de Língua Portuguesa. O programa desenvolvido em conjunto pela Direção Geral do Livro, Arquivos e Bibliotecas e pelo Instituto Camões vai também proporcionar a tradução de 61 autores de língua portuguesa, entre os quais os poetas Adília Lopes e Ruy Belo e escritores como Raúl Brandão, Gonçalo M.Tavares e Lídia Jorge. Algumas dessas traduções estarão à venda na Livraria do Pavilhão de Portugal.

Esta embaixada de escritores que vai a Guadalajara tem também previstos encontros com estudantes mexicanos. Poetas como João Luis Barreto Guimarães ou os escritores Rui Cardoso Martins e Francisco José Viegas vão deslocar-se a escolas situadas na cintura urbana da cidade mexicana e no Estado de Jalisco.

Nem só de escritores se faz uma feira do livro

A presença de Portugal na Feira, de 24 de novembro a 2 de dezembro, far-se-á também com cinema, música e gastronomia. De acordo com o comissariado, ao longo dos nove dias de feira haverá espetáculos musicais diários com músicos como Ana Bacalhau, Gil do Carmo, os Amor Electro, Camané, Capicua, Dead Combo, Luís Represas, Moonspell e a fadista Kátia Guerreiro. Alguns dos artistas farão espetáculos acompanhados por músicos mexicanos.

A programação musical estende-se para lá das paredes da feira. O fadista Ricardo Ribeiro e o músico Rabih Abou-Khalil apresentarão a Toada de Portalegre, acompanhados pela Orquestra Sinfónica de Jalisco no Conjunto de Artes Cénicas, e José Manuel Neto dará um concerto de guitarra portuguesa no MUSA – o Museu das Artes da Universidade de Guadalajara.

No cinema, serão apresentadas doze longas-metragens baseadas em livros de autores portugueses durante a feira. Em três sessões diárias serão projetados filmes como “Vale Abraão” de Manoel Oliveira, “Até amanhã Camaradas” de Joaquim Leitão ou “Os Maias” de João Botelho. Haverá ainda espaço para sete curtas-metragens, duas delas de realizadores premiados internacionalmente como João Salaviza, que mostrará “Altas Cidades de Ossadas”, e Leonor Teles, com “A Balada do Batráquio”.

O programa contempla ainda teatro e dança. O encenador Tiago Rodrigues apresentará a sua peça “By Heart” e numa produção da Cassefaz com João Grosso e Pedro Barbeitos será apresentada a peça “Consentimento”. A dança chegará pela mão de Paulo Ribeiro e da Companhia Nacional de Bailado com o espetáculo “Lídia”

Com mais de 30 anos de existência, a Feira de Guadalajara irá ainda contar com uma intensa programação de exposições do país que é este ano o convidado de honra. Portugal leva três certames ao México. Um deles, que será apresentado no espaço MUSA, passou recentemente pela Fundação Calouste Gulbenkian, aborda o trabalho de Ana Hatherly e tem curadoria de Paulo Pires do Vale.

Na divulgação do festival esta segunda-feira foi também dada a conhecer a programação infantil da feira do livro. O ilustrador António Jorge Gonçalves, o escritor Ondjaki e o pianista Filipe Raposo juntam-se para presentearem os mais novos com o espetáculo “Telhado do Mundo”. Às crianças mexicanas será também apresentado o espetáculo “Barriga de Baleia”.

A participação portuguesa conta ainda com um programa para profissionais que terá a presença de três bibliotecários, um designer de livros e dois ilustradores e haverá também uma mostra de gastronomia que terá a assinatura do Chef Luís Tarenta. Já o AICEP disporá de um Programa Económico e Empresarial dentro do qual serão feitas provas de vinhos portugueses.

Deixe uma resposta

IPOL Pesquisa
Receba o Boletim
Facebook
Revista Platô

Visite nossos blogs
Clique na imagem
Clique na imagem
Visitantes
Arquivo