Equipe do Inventário da Língua Pomerana vai a campo no Espírito Santo

A equipe IPOL deu início a coleta de dados para o Inventário da Língua Pomerana como língua brasileira de imigração no Estado do Espírito Santo.

O Inventário faz parte do esforço de inventariar, mapear, salvaguardar e reconhecer a diversidade linguística brasileira.

Tal propósito engloba, de um lado, a pesquisa e disponibilização do conhecimento sobre essa língua – sua documentação, divulgação e conscientização linguística junto à comunidade – e, de outro lado, a salvaguarda e ações de promoção dessa língua na educação, nas artes, na cultura, na ciência e tecnologia, nos direitos linguísticos, bem como no âmbito geral da política de seu reconhecimento como referência cultural brasileira.

Para isso, são realizados procedimentos relativos ao mapeamento da língua inventariada, sua configuração e contextos de uso (p.ex. comunidades de falantes, programas de rádio, igreja, ensino etc.), além de levantamentos estatísticos sobre o número e perfil dos falantes, bem como sua relação com a língua de imigração inventariada.

A execução está sob responsabilidade do IPOL e conta com a anuência e parceria de várias outras instituições. A pesquisa deverá ser executada em aproximadamente 15 dias corridos, e está prevista para acontecer entre os dias 08 a 23 de março de 2019.

 

Deixe uma resposta

IPOL Pesquisa
Receba o Boletim
Facebook
Revista Platô

Visite nossos blogs
Clique na imagem
Clique na imagem
Visitantes
Arquivo