Artes indígenas destruídas por vândalos em Embu serão expostas no centro de SP

Este é o terceiro caso de vandalismo com obras de artes no mês

A artes indígenas da mostra M’Bai de Artes Plásticas que foram destruídas por vândalos em Embu das Artes neste mês de julho serão expostas a partir de 17 de agosto na Galeria Colabirinto, no centro de São Paulo. As obras serão colocadas no acervo do jeito que estão como forma de protesto.  

Depois do ataque, mesmo sob protesto dos artistas, a prefeitura retirou as obras da mostra. A gestão municipal disse ter aberto uma sindicância para apurar o caso, além de alocar a guarda patrimonial para o local.

Este é o terceiro ato de vandalismo envolvendo obras de arte na cidade. No início do mês, a obra Tributo aos Orixás, que continham várias miniaturas, foi roubada. Duas semanas depois, uma escultura representando uma mulher nordestina foi encontrada quebrada. As obras estavam expostas no Largo 21 de Abril, no centro histórico. Até o momento não informação sobre suspeitos ou motivação.

A mostra M’Bay de Artes Plásticas deste ano tinha como tema  Ano Internacional das Línguas Indígenas, comemorado pela Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura), e também celebrava o aniversário da aldeia M’Boy.

Com informações da Agência Mural

Fonte: Jornal da Net

Deixe uma resposta

IPOL Pesquisa
Receba o Boletim
Facebook
Revista Platô

Visite nossos blogs
Clique na imagem
Clique na imagem
Visitantes
Arquivo