27 profissionais da Educação morreram de covid em 2021

Em Roraima, morreram 31 profissionais da educação, sendo que 27 foi em decorrência do novo coronavírus, segundo o Sinter-RR

Por Folha Web

Os óbitos por covid de profissionais da educação foram registrados em janeiro e fevereiro (Foto: Arquivo FolhaBV)

Em decorrência da covid-19, muitas pessoas têm falecido desde o início da pandemia. Em Roraima, 1.117 mortes pelo vírus foram contabilizadas no último boletim epidemiológico divulgado pela Sesau-RR (Secretaria de Saúde).

Em janeiro e fevereiro deste ano, faleceram 31 trabalhadores em Educação entre professores, gestores escolares, vigias, copeiros, secretários de escolas e demais trabalhadores de uma unidade escolar, segundo um levantamento feito pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado de Roraima (Sinter).

Desse número, 27 em consequência de covid-19 e quatro foram contabilizados em decorrência de outras causas. Esse total representa cerca de 50% do registrado em 2020, que foram 60 mortes, sendo 50 óbitos por covid-19 e uns 10 por outras causas.

A diretora-geral do Sinter, Josefa Matos, disse que desde o início do ano passado a entidade sindical tem cadastrado todos os óbitos, que são informados ao sindicato.

“Além desses recentes casos informados, o sindicato aguarda a confirmação das informações para incluir no quadro estatístico e no memorial aos falecidos que foi instalado no site da entidade sindical”, informou.

A diretora do Sinter explicou também que, logo após a divulgação do vídeo em homenagem ao ex-diretor geral da instituição, Flávio Bezerra, falecido há seis meses vítima de câncer e aos demais trabalhadores em educação falecidos no decorrer em 2021, algumas pessoas informaram ao sindicato três casos de profissionais da área que faleceram vítimas do vírus.

“Apesar de a unidade estar atenta aos óbitos, alguns passam despercebidos. Temos muitos trabalhadores em educação contaminados, sendo assistidos em casa e nos hospitais, e outros entubados. Algo triste e assustador”, disse Josefa.

Homenagens – A diretora-geral do Sinter informou que nessa segunda-feira, 01, completam seis meses de falecimento do professor Flávio Bezerra, uma das principais referências dos trabalhadores em educação de Roraima.

Por conta disso, a direção da unidade resolveu fazer uma homenagem em memória do ex-diretor geral e aproveitou a oportunidade para divulgar os nomes e a quantidade de trabalhadores em educação que morreram somente em 2021.

“Fizemos isso em respeito aos nossos colegas falecidos, para nos solidarizarmos com as famílias enlutadas, mas também como uma forma de alertar as pessoas de nosso estado de que a situação é grave, cabendo a cada um seguir as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS)”

“Estamos em luto permanente e temos feito orações, para que possamos superar esse período tão difícil de nossa história”, declarou a diretora do Sinter.

Presidente do Sinter, Josefa Santos (Foto: Nilzete Franco/FolhaBV

 

Deixe uma resposta

IPOL Pesquisa
Receba o Boletim
Facebook
Revista Platô

Visite nossos blogs
Clique na imagem
Clique na imagem
Visitantes
Arquivo