Nasceu uma Biblioteca Pública do Médio Oriente em Arroios

Biblioteca, Biblioteca de São Lázaro, Livros

©Joana Freitas Biblioteca de São Lázaro

Árabe, persa, hebraico, turco e urdu. São estas as línguas dos livros da nova Biblioteca Pública do Médio Oriente, instalada na mais antiga biblioteca municipal de Lisboa.

Foi na bonita Biblioteca Municipal de São Lázaro que se instalou a primeira Biblioteca Pública do Médio Oriente, com livros escritos em árabe, persa, hebraico, turco e urdu. Além de encontrar “grandes vultos da cultura do Médio Oriente”, a biblioteca também disponibiliza traduções de autores portugueses para essas línguas.

Acolhido pela Junta de Freguesia de Arroios, o projecto tem por objectivo dar a conhecer a cultura dos países do Médio Oriente, além de promover a interculturalidade na cidade de Lisboa, especialmente no território de Arroios, a freguesia mais multicultural de Lisboa.

A Biblioteca Pública do Médio Oriente tem como parceiro o Instituto Camões e tem recebido diversas doações de entidades que representam países do Médio Oriente, como a Embaixada dos Emirados Árabes Unidos em Portugal. Todas as instituições, universidades e particulares que queiram participar também podem fazer as suas doações e enriquecer o catálogo da nova biblioteca.

Apesar de já estar aberta ao público desde 15 de Março, em Maio haverá uma inauguração oficial da biblioteca e nessa altura será apresentado um programa cultural, que irá incluir colóquios, conferências ou cursos de línguas e culinária do Médio Oriente.

Por Renata Lima Lobo 

 

Deixe uma resposta

IPOL Pesquisa
Receba o Boletim
Facebook
Revista Platô

Visite nossos blogs
Clique na imagem
Clique na imagem
Visitantes
Arquivo